Dia Nacional da Ética!

Em 02 de maio, comemora-se o Dia Nacional da Ética! Mas você sabe definir o que é ética e sabe dizer como se comportaria diante dos dilemas éticos do dia-a-dia? Este artigo aborda a ética a partir do ponto de vista do indivíduo e como isso reflete na família, na sociedade e na empresa.

O termo ética deriva do grego ethos, que está relacionado ao caráter e o modo de ser de uma pessoa. Pode-se dizer então, que ética é um conjunto de valores morais e princípios, que norteiam a conduta humana na sociedade.

E sendo a ética a ciência que estuda o comportamento humano (como entedia o filósofo grego Aristóteles) com ênfase tanto nos valores individuais, como nos valores do indivíduo perante a comunidade a qual pertence; espera-se de cada um seriedade e dignidade em seus atos, sejam eles políticos, sociais, culturais ou morais.

Ética Profissional

 

Ter ética profissional é seguir um conjunto de normas que formam a consciência moral do profissional e representam a sua conduta. A grande maioria das profissões apresenta este conjunto de normas em seus próprios Códigos de Ética, ou seja, o profissional deve seguir as diretrizes apresentadas pelo documento de acordo com as atribuições de suas atividades.

As empresas também devem seguir os padrões éticos sociais, aplicando-os em suas normas internas para o bom andamento do trabalho. A presença da ética na cultura organizacional ajuda na construção de uma imagem empresarial sólida e transparente diante do mercado em que atua.

Mas como bem ressaltou Renato Santos – executivo da S2 Consultoria – em entrevista ao Jornal Estadão os líderes e empregadores precisam manter uma coerência entre suas atitudes e o que a empresa prega em seus códigos de ética e conduta.

Ouça o podcast do Estadão e a entrevista completa aqui!

 

Mapeando o DNA Ético do Indivíduo

 

O ponto-chave para mapear o DNA ético do indivíduo é compreender o grau de resiliência que ele apresenta quando se depara com dilemas éticos.

Resiliência tem alguns significados:

– Primeiramente, sua origem vem do latim “resilio” significando retornar a um estado anterior;

– Também remete à Física, no sentido de definir a capacidade de um corpo físico voltar ao seu estado normal depois de haver sofrido uma pressão sobre si;

– Já nas Ciências Sociais esse conceito tem sido utilizado para descrever a capacidade de um indivíduo ou grupo de indivíduos, mesmo num ambiente desfavorável, de se construir ou se reconstruir positivamente frente às adversidades.

PIR – Potencial de Integridade Resiliente é uma metodologia validada cientificamente e tem por objetivo identificar o quanto um profissional pode resistir a situações de dilemas éticos no trabalho.

 

Você já pensou como lida com dilemas éticos no dia-a-dia de trabalho? Conheça um exemplo de perguntas do PIR ou solicite o seu teste de integridade! É rápido, fácil de responder e sem custo.

S2 Consultoria

A S2 desenvolve a Integridade Resiliente dos profissionais e organizações por meio de métodos empáticos e pragmáticos.

Todos os direitos reservados © S2 Consultoria

Share This