Testes de Integridade e a Gestão Segura

Desenvolver a gestão segura envolve muitos aspectos. Os dilemas éticos enfrentados pelas pessoas nas organizações variam conforme o cargo que elas exercem e o poder de decisão que possuem. Identificar quais são os gatilhos comportamentais que levam os profissionais a agir de forma antiética e desenvolvendo a resiliência desses colaboradores para que eles saibam como agir diante desses dilemas é o caminho que sugerimos. Isso significa trabalhar na dimensão humana do risco.

As organizações respondem pelos atos de seus colaboradores e têm a obrigação de indenizar os danos materiais e morais que possam vir causar a um terceiro, em virtude de suas ações e atividades. Portanto devem se preocupar em ter uma gestão segura e protegida.

Para falar sobre a importância dos Testes de Integridade na Gestão Segura convidamos nosso parceiro Paulo Bavini, fundador da Bavini Ferreira Corretora de Seguros, empresa que está no mercado há mais de 20 anos. Ele nos contou que a Bavini atua no segmento de seguros diferenciados, aqueles que protegem muito mais a gestão, o gestor e sobretudo trata com muita intimidade o fator humano, porque as empresas são espelhos daqueles que a dirigem e dos colaboradores que nela atuam.

A seguir você acompanha os principais pontos levantados por ele durante a nossa conversa:

Gestão Segura e Responsabilidade Civil

No momento que, por exemplo, um advogado perde o prazo, que um contador erra um balanço ou que um corretor de seguros enquadra de maneira errada e assim causam um prejuízo a um terceiro está configurada a responsabilidade civil. No caso da responsabilidade civil profissional o terceiro é aquele que nos contratou, é o nosso cliente, todos nós que prestamos serviços temos responsabilidade civil e se você foi contratado por alguém para exercer algo e falhou na execução desse serviço você tem que reparar o dano ao terceiro.

A importância do Ser Humano na Gestão Segura

A responsabilidade civil se estende para aqueles que são os donos das atividades, ou são os diretores contratados, sejam eles por CLT ou estatutário e até mesmo para aqueles que são voluntários. Hoje dentro da Justiça é descaracterizada a entidade jurídica e a responsabilidade vai para cima do executivo que está administrando e se a pessoa for condenada e realmente tiver agido de má-fé o seguro não tem cobertura.

Tratando da responsabilidade dos riscos, às vezes o diretor financeiro comete uma fraude e o diretor de RH fica envolvido e as pessoas às vezes não sabem disso. Responsabilidade civil no ato de gestão hoje em dia dá cadeia, mas as pessoas não sabem o risco, sobretudo aqueles que contratam as pessoas não sabem quem está entrando na empresa efetivamente.

O ser humano é tudo na empresa, a gestão não pode ser protegida apenas por um seguro, mas o RH tem que estar preparado para recrutar as pessoas de maneira correta, deixando o seguro para a última escala.

Testes de Integridade somados aos processos de gestão segura

Com os testes de integridade como o PIR – Potencial de Integridade Resiliente, nós conseguimos evitar, por exemplo, a prática indevida trabalhista, as questões de assédio moral e/ou sexual. Essas ferramentas ajudam tanto na contratação quanto no conhecimento daqueles que já estão na empresa, para que na hora do desligamento esses problemas sejam evitados.

  •  Essas ferramentas podem diminuir o valor do seguro de responsabilidade civil?

Assim como hoje em dia prédios que não possuem extintores e hidrantes não conseguem fazer um seguro daqui a 4 ou 5 anos as empresas também não vão conseguir fazer um seguro de responsabilidade civil se não tiverem ferramentas que as auxiliem na precaução frente aos dilemas éticos.

As companhias americanas perguntam no questionário de gestão protegida ‘Qual é o programa que você tem quando você recruta?’, ‘Qual é o programa que você tem hoje para saber se o funcionário é um assediador?’, ‘Qual é o programa que você tem de relacionamento interpessoal?’

Se a empresas têm esses programas funcionando, neste primeiro momento já vai conseguir reduzir o valor e vai impactar no prêmio. Companhia de seguro não compra sinistro ela assume risco, para minimizar o risco ela tem que ter ferramentas como, por exemplo, Código de Conduta dentro da sua empresa ou Código de Ética.

Impacto financeiro por indenização por responsabilidade civil

No segmento contábil, por exemplo, a perda de prazo pode gerar uma multa para a contabilidade de R$5.000,00. Em outras áreas existem casos de práticas indevidas trabalhistas que geraram pagamentos de R$300.000,00 e tem um caso específico de uma empresa de comunicação que foi condenada a pagar um milhão de reais em primeira instância para uma funcionária que se sentiu lesada por ter o nome envolvido em um concurso de beleza dentro da empresa. Os valores podem variar em cada caso, mas podem ser muito altos.

Assista agora mesmo a entrevista completa. Inscreva-se também para assinar a nossa Newsletter e mantenha-se informado sobre testes de integridade, resiliência e compliance.

S2 Consultoria

A S2 desenvolve a Integridade Resiliente dos profissionais e organizações por meio de métodos empáticos e pragmáticos.

Todos os direitos reservados © S2 Consultoria

Share This