fbpx

Dia 2 de maio é o “dia da ética” e em nosso último artigo, falamos sobre o que é ética corporativa, como fazer a avaliação do perfil ético, dentre outras questões. Veja o artigo no blog: https://www.s2consultoria.com.br/o-que-e-etica-corporativa/

Neste, vamos compartilhar que todo profissional, em algum momento da trajetória de carreira, pode “topar” com um dilema ético, como:

O assédio:

Que consiste numa perseguição insistente e inconveniente que tem como alvo uma pessoa ou grupo específico, afetando a sua paz, dignidade e liberdade.

Existem diferentes tipos de assédios, como o moral, sexual, entre outros. No entanto, todos são baseados no princípio de perseguir e forçar alguém a fazer algo contra a sua vontade por meio de subjugação.

O assédio visa provocar o desconforto do assediado, sendo que este pode desenvolver sérios traumas como consequência deste tipo de violência.

A corrupção:

É um feito ou ato de corromper alguém ou algo, com a finalidade de obter vantagens em relação aos outros por meios considerados ilegais.

Etimologicamente, o termo “corrupção” surgiu a partir do latim corruptus, que significa o “ato de quebrar aos pedaços”, ou seja, decompor e deteriorar algo.

A ação de corromper pode ser entendida também como o resultado de subornar, dando dinheiro ou presentes para alguém em troca de benefícios especiais de interesse próprio.

Apropriação Indevida:

É uma ação ilícita e desonesta, caracterizada pelo uso, falsificação de produtos, documentos, marcas etc. O propósito é de enganar outras pessoas para garantir benefício próprio ou de terceiros.

Existem inúmeros tipos de apropriação indevida nos diferentes núcleos da vida cotidiana, desde os mais simples aos mais complexos, como manipulação de despesas, desvios de mercadorias, uso de bens da organização, entre outros.

Em algumas situações desses dilemas os profissionais podem não agir de acordo com o código de ética das empresas e alguns que oscilam de acordo com as circunstâncias, podendo atuar de forma antiética. Ou seja, a grande maioria pode faltar com ética no ambiente de trabalho, enquanto outros seguem o código de conduta à risca, em qualquer situação.

Os dilemas éticos são inúmeros e a grande questão é: como saber se o profissional terá uma conduta ética quando se deparar com estes dilemas?

Quando compreendemos a visão ética de uma pessoa não podemos ter expectativas quanto a um código binário bem/mal, honesto/desonesto, mas sim é possível identificar seu nível de resiliência diante de tais dilemas.

O teste de integridade PIR (Potencial de Integridade Resiliente) trata-se de uma ferramenta de gestão e desenvolvimento, que busca acessar a resiliência dos profissionais quando confrontados em dilemas éticos nas organizações, suportando-as no grande desafio de identificar, desenvolver e restabelecer balizadores de integridade.

A S2 Consultoria é a única empresa no mercado brasileiro que possui um teste de integridade com validação científica de 82% de precisão.

Quer conhecer a ferramenta?

Solicite o PIR

Share This